Frase do dia 23 julho 2012

"Morre lentamente quem se transforma em escravo do hábito, repetindo todos os dias os mesmos trajetos, quem não muda de marca, não se arrisca a vestir uma nova cor ou não conversa com quem não conhece."
(Pablo Neruda)


Tweet about this on TwitterShare on FacebookShare on Google+Share on LinkedInEnvie para um amigoBaixar Imagem

Tags:

Deixe aqui seu comentário ou marque um amigo do Facebook


Frases de Pablo Neruda